CURSO DE VIGILANTE PATRIMONIAL: PASSO-A-PASSO

 

curso de vigilanteCaso você esteja lendo este artigo, é sinal de que tem interesse em fazer um curso de vigilante patrimonial e iniciar uma carreira no ramo de segurança privada. Por isto, parabéns! Você escolheu uma profissão dinâmica e respeitável, com um mercado de trabalho grande e em plena expansão. Suas chances de conseguir uma vaga são ótimas. E se você não gostar da empresa em que foi trabalhar, não tem problema, afinal o mercado de segurança privada está sempre aquecido e nunca vão faltar outros empregadores contratando.

Mas antes de qualquer coisa,  você precisa verificar se atende a todos os pré-requisitos para se tornar um vigilante patrimonial. Por exemplo, possuir idade mínima de 21 anos e ter concluído a quarta série do ensino fundamental. Não há exigência quanto ao sexo, inclusive a área de segurança privada oferece excelentes oportunidades para o segmento feminino. Há ainda outras exigências legais, que nós esquematizamos para você, confira se você está apto.

Além dos pré-requisitos legais, você também deve pensar bem se possui vocação para ser um vigilante patrimonial. Você é uma pessoa honesta, com boa postura, ânimo e coragem? Antes de prosseguir, saiba um pouco mais sobre o perfil profissional, postura,  direitosdeveres dos vigilantes e decida se realmente essa carreira é a certa para você. Segurança privada não é brincadeira e você terá sob sua responsabilidade a integridade física e o patrimônio de pessoas.

O próximo passo é se matricular em um curso de formação de vigilantes (que é o curso básico necessário para iniciar sua carreira). Mas, para isso, você vai precisar reunir a documentação exigida pelos cursos de vigilante. Você confere como conseguir toda a documentação aqui.

 

ESCOLHENDO UMA ESCOLA DE FORMAÇÃO

 

O curso de formação de vigilantes (CFV) é o curso básico de 200 horas necessário para se ingressar na carreira e posteriormente arrumar um emprego legalizado. Além de habilitar o profissional ao exercício das atividades básicas de vigilância, o CFV  é pré-requisito para os cursos de extensão nas diversas áreas da segurança privada: transporte de valores, escolta armada e segurança pessoal privada.

Portanto, o CFV é a base de tudo e ficará para sempre no seu currículo. Então, não deixe de dar uma olhada nessas 4 perguntas antes de escolher seu curso.  Existem dezenas de cursos de formação em todas as regiões do país. Dependendo da região e da escola, o preço do curso de vigilante pode variar bastante.

 

CONSEGUINDO UM EMPREGO

 

Não importa como economia do país esteja indo, a área de segurança privada está constantemente aquecida e expandindo. Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que em dez anos a segurança privada cresceu 74% no Brasil. Isso significa que há sempre oferta de empregos para profissionais qualificados. Quem quer ser um profissional sério e comprometido, não precisa se preocupar, pois sempre haverá oportunidades.

Os maiores empregadores de vigilantes são as empresas de segurança privada e as empresas que possuem seu próprio serviço de segurança orgânica.

 

SE APERFEIÇOANDO

 

Após realizar o curso básico (o CFV), o profissional pode parar por aí ou escolher uma das muitas áreas de atuação possíveis. Além dos cursos de extensão em escolta armada, transporte de valores e segurança pessoal privada, existem cursos extras como o de direção defensiva, o curso anti-sequestro e o curso de segurança para grandes eventos. Como em qualquer área, quem se capacita mais ganha mais oportunidades e melhores salários.

 

CONCLUSÃO

 

Cada vez mais pessoas se interessam pela profissão de vigilante. A oferta de emprego, o dinamismo e o o crescimento de oportunidades na área (como os eventos internacionais que iremos sediar) faz com que essa seja uma das profissões mais visadas do momento. Entretanto, não é uma profissão para qualquer um. Não basta se matricular em um curso de vigilante. O trabalho na área de segurança patrimonial possui peculiaridades que exigem do profissional um determinado perfil. Por exemplo, um vigilante deve ter a capacidade de manter-se calmo em situações de pressão, ter uma postura séria e transmitir o respeito que o cargo exige.

Boa sorte!