Defesa Pessoal para Vigilantes


Dentre as matérias do curso de formação de vigilantes (CFV), umas das mais importantes é a defesa pessoal. Embora o uso da força deva ser somente utilizado quando a comunicação já não render mais efeitos, o conhecimento destas técnicas é um importante aliado para um vigilante.

 

Mas afinal, você sabe o que significa defesa pessoal?

A defesa pessoal pode ser entendida como o adequado uso da força física a fim de combater uma ameaça iminente. Para tanto, são utilizadas técnicas de diversas artes marciais, desde o judô até o jujitsu. Visam vários efeitos como o amortecimento de quedas, técnicas de socos e chutes e de imobilização.

Um vigilante bem preparado é capaz de imobilizar um ofensor e de equiparar uma possível diferença física. Agora, muito cuidado para não utilizar este conhecimento de forma errada! Lembre-se que a utilização da violência deve ser tida como último recurso a ser utilizado.

 

Outros artigos: