Curso de Segurança


“Curso de segurança armada”

 

O curso de segurança, é chamado corretamente de “Curso de Formação de Vigilantes”. O nome formal do “segurança” é Vigilante Patrimonial. Antes de se matricular em um curso de segurança, saiba um pouco mais sobre a profissão do vigilante e verifique se você possui o perfil necessário. O curso para segurança pode ser feitos por ambos os sexos. Existe um amplo mercado de trabalho para vigilantes femininas.

Se você ficou interessado em fazer um curso de segurança, o primeiro passo é reunir a documentação necessária. Veja também quais são os pré requisitos e se você os atende. Depois, escolha uma boa escola de vigilante. O preço do curso, certamente será compensado pelas melhores oportunidades de trabalho que você terá ao se formar como vigilante patrimonial. E sempre se lembre que Vigilantes Patrimoniais não são “vigias”.

 

O que preciso para fazer um curso de vigilante (segurança)?

 

Os requisitos para se inscrever no Curso são:

• Ser brasileiro;

• Idade mínima de 21 anos;

• Ter a 4ª série do ensino fundamental completa;

• Possuir ficha criminal limpa.

 

Outros cursos na área de segurança

 

Existem outros cursos, chamados curso de extensão, que o vigilante já formado pode realizar. São exemplos, o curso de transporte de valores, o curso de segurança pessoal privada, o curso de escolta armada e segurança para grandes eventos. Existem alguns cursos auxiliares também, como o curso de condução de cães, curso anti-sequestro, curso de direção defensiva e outros.

curso de segurança armada

 

Trabalho como “segurança armado” ou Vigilante Patrimonial

 

O mercado de trabalho da segurança privada está em ampla expansão. Não faltam vagas para profissionais comprometidos e com boa postura. Após seu curso de segurança, (ou mais corretamente curso de vigilante), você poderá se apresentar para as empresas como vigilante formado e qualificado para exercer suas atividades. E aí, se interessou? Vai procurar um curso de segurança? Leia mais posts sobre essa nobre profissão no blog da Base de Vigilantes e não deixe de conferir o nosso passo-a-passo de como ser um vigilante!

Outros artigos: